terça-feira, 24 de maio de 2016

Asareat visita Flona Tapajó e conhece práticas inovadoras de trabalhos com recursos naturais.

Rio Tapajós na comunidade Jamaraquá
Depois de 7 dias de visita a Floresta Nacional do Rio Tapajós-Flona Tapajós em Santarém –PA, Eu João Bráz e Orlei, voltamos para o município de Jordão com muitas ideias de iniciativas inovadores voltadas para o público rural extrativista com objetivo de melhorar a vida das 200 famílias que vivem na Resex do Alto Tarauacá e hoje vive basicamente de programas sociais e da Agricultura de subsistência.

A FLONA TAPAJPOS

A Floresta Nacional do Rio Tapajós é uma área de conservação federal criada ainda nos anos 70. Na época o governo queria retirar do local centenas de famílias que lá viviam. Hoje essas famílias conquistaram o direito de permanecer no local onde nasceram e vivem de programas Sociais, turismo, extrativismo e manejo madeireiro.

Eu e dona Conce-Dona de pensão
Hoje, as centenas de famílias que lá vivem acreditam que com a homologação da área em área federal trouxe ao povo muito mais benefícios que antes, pois seus filhos e netos terão um local para viver em harmonia com a natureza.

A ALEGRIA DE VIVER NA FLONA

Um exemplo é Conceição, (Dona Conce), moradora da comunidade Jamaraquá que é proprietária de uma pensão muito famosa na região e uma das várias pessoas que nasceram no local e que também enfrentou a luta pra defender o direito de continuar na terra que antes pertencia aos seringalistas e agora era de todos.

Hoje, essas famílias sabem o quanto é valioso aquele lugar porque foi conquistado com muito esforço.

O ARTESANATO
Artesanato de látex

O artesanato do látex é o que predomina na comunidade. Seu Zezinho o responsável pela Mini-indústria dar o tom e as informações aos visitantes. Na loja de produtos você encontra colares, brincos, chaveiros, posseiras, bolsas, tudo feito com leite da seringa.

Na comunidade são Domingos há também uma produção de artesanato vem conquistando até o mercado exterior como Alemanha que compra sandálias e expõe em feiras no mundo inteiro.

O TURISMO QUE TRÁS O SUSTENTO

O turismo é, sem dúvida, a maior fonte de rende da região. Os barqueiros, Guias, donos de pousadas, restaurantes e artesãos, todos lucram com a presenças dos visitantes. Aos poucos, se percebe que aquele povo ama e é feliz no lugar onde vivem.    

   
Reunião na Comunidade Nazaré


Comunidade São Domingos Movelaria e Marchetaria
  

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Jorge Viana apresenta parecer sobre projeto que visa baratear passagens aéreas.

Senador leu seu relatório sobre projeto que propõe reduzir ICMS do combustível de aviação e votação na comissão fica pra próxima semana

O senador Jorge Viana leu na manhã desta terça-feira (17), na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), seu parecer sobre o Projeto de Resolução do Senado que prevê a redução da alíquota de ICMS sobre o combustível de aviação – item que compõe 40% do custo das passagens aéreas e que, se reduzido, pode baratear o preço para o consumidor. Jorge Viana foi um dos autores da proposta, junto ao senador Randolfe Rodrigues (REDE).

Com as alterações propostas por Jorge Viana, seria instituída no Brasil a alíquota máxima de 12% na cobrança desse item – hoje a cobrança máxima é de 25%. O parecer do senador recebeu apoio dos demais parlamentares da comissão, mas foi apresentado pedido de vista e a votação do Projeto de Resolução ficou agendada para a próxima semana.

Além de baratear os preços, os parlamentares autores do projeto buscam também alternativas para a oferta de mais voos às cidades de pequeno e médio portes como as da região Norte do país. Recentemente no Acre, Gol e Azul cancelaram rotas que atendiam ao estado. A proposta foi discutida por Jorge Viana durante audiências públicas e com representantes de todas as companhias aéreas brasileiras.

“Nós tínhamos 190 milhões de brasileiros e brasileiras andando de avião no Brasil há dois anos. Hoje são 107 milhões e as estatísticas ainda estão caindo. Todos nós sabemos que as companhias aéreas estão reduzindo o número de voos para tentar sobreviver e isso não é solução para um país que precisa crescer e garantir aos brasileiros e brasileiras o direito de ir e vir”, declarou Viana.

O senador também ressaltou que em um país continental como o Brasil, o transporte aéreo não é um serviço de luxo, mas de primeira necessidade. “Um país como o nosso, com mais de 200 milhões de habitantes, precisa ter uma melhor política para as suas companhias aéreas”, destacou.

Após a votação na CAE, o projeto seguirá para análise do plenário do Senado.

Fonte: Assessoria


sexta-feira, 6 de maio de 2016

Presidente da Asareat participará de intercambio em Santarém do Pará.

O diretor presidente da Associação dos Seringueiros e Agricultores da Resex do Alto Tarauacá, João Bráz que também compõe o Conselho deliberativo da Resex, estará participando de um intercambio na Floresta Nacional do Tapajós-Flona Tapajós, entre os dia 10 a 17 de Maio, em Santarém-PA.

A viagem terá como objetivo a participação da reunião do conselho da Flona Tapajós; visita a cooperativa de produtores da Flona Tapajós; visita a comunidade residente na Flona; visita uma associação de moradores; além trazer conhecimento de experiência inovadora em atividades madeira da Flona.



quinta-feira, 5 de maio de 2016

Em São Paulo, estande do Acre em feira supermercadista é sucesso de público.

A movimentação no estande da Peixes da Amazônia na feira de supermercadistas da América Latina, em São Paulo, não para das 14 às 22 horas. Estima-se que mais de 400 pessoas passaram pelo local apenas na segunda-feira, 2, o primeiro dia do evento, que vai até esta quinta, 5, no Expo Center Norte.

Moacyr Silva, representante comercial de Manaus (AM), esteve no estande e aprovou a degustação. “Fico feliz em ver o Acre saindo na frente com um projeto desses que me impressionou. Tudo de excelente qualidade, uma delícia!”, frisou.

Para o diretor-presidente da Peixes, Fábio Vaz, este é o momento de ampliar horizontes.  “Já entregamos nossos produtos a muitos lugares do Brasil, mas a Apas nos dá a possibilidade de receber o retorno dos nossos clientes e de conhecer a exigência de novos mercados que possam surgir. Aqui temos o contato direto com os clientes, ouvindo o que eles acham e esperam do que produzimos”, disse.


A participação do Acre como expositor na Apas traz novas perspectivas para a área comercial. “É um aprendizado para todos nós e, principalmente, a certeza de fechamento de novos negócios”, completou Vaz.

O presidente da Central de Cooperativas de Piscicultores do Acre (Acrepeixe), Sansão Nogueira, falou das expectativas para o futuro. “Aqui temos a certeza de que nosso pescado tem qualidade e está sendo bem aceito nas prateleiras. Isso nos dá mais vontade de investir na piscicultura e continuar contribuindo com o desenvolvimento do Acre”, declarou.

No local, outros produtos regionais podem ser encontrados – castanha, biscoito e um pouco de artesanato compõem o cenário do Acre.

Sobre a Apas

A Apas é a maior feira do ramo supermercadista da América Latina. Com o tema “Perspectivas e Oportunidades”, sua trigésima edicão teve início na segunda, 2, no Expo Center Norte, em São Paulo.


Até esta quinta, 5, o Acre participa da feira, que reúne mais de 30 países para a apresentação de novas tendências de mercado. O estande do Acre está localizado no pavilhão vermelho do setor de alimentos, com produtos da Peixes da Amazônia.

Tião Viana busca investimentos na piscicultura e assegura recuperação da BR-364.


O governador Tião Viana realizou agendas nesta quarta-feira, 4, em Brasília junto ao Banco Mundial (Bird) e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Além de buscar no banco oportunidades de fomento para pequenos produtores trabalharem com a piscicultura, o governador voltou a assegurar a recuperação da BR-364 até Cruzeiro do Sul, num investimento federal de R$ 230 milhões.

No escritório do Bird, Tião apresentou projeto em que mostra a inclusão de mais pequenos produtores na piscicultura do Acre.
Com o fomento aprovado pelo banco, será possível inserir mais pessoas na cadeia, com inclusão de tecnologia israelense, capaz de triplicar a produção de peixes, além da compra da produção garantida pelo frigorífico do complexo de piscicultura Peixes da Amazônia S.A..

A chefe da Casa Civil, Márcia Regina, esteve presente: “É o pequeno produtor sendo incluído na cadeia do peixe, que está se consolidando no Acre, com alta tecnologia e rentabilidade garantida pelo complexo de piscicultura”.

Tião Viana também apresentou aos representantes do Bird o projeto do Museu dos Povos do Acre, que será construído no antigo Colégio Meta, propondo a participação do banco em sua realização.

R$ 230 milhões para a BR-364

No Dnit, o governador se encontrou com o diretor-geral do Dnit, Valter Casimiro, que aproveitou para confirmar a liberação de empenhos para a execução de recuperações na BR-317 e BR-364 no Acre.

Casimiro reafirmou para o governador a liberação de R$ 230 milhões para a recuperação este ano da BR-364 entre Sena Madureira e Cruzeiro do Sul, através do Programa de Contratação, Restauração e Manutenção por Resultados (Crema). Com isso, a trafegabilidade da estrada continuará, garantindo a integração do Acre.

O diretor do Dnit aproveitou para anunciar que o 7º Batalhão de Engenharia e Construção (7º BEC), hoje responsável pela manutenção do trecho entre Rio Branco e Sena Madureira, vai assumir também a parte entre Sena Madureira e Manoel Urbano, garantindo a trafegabilidade dos moradores da região.


Agencia de Notícia do Acre

Deputado Jairo Carvalho destaca os 24 anos do município do Jordão.

O deputado Jairo Carvalho (PSD) usou seu tempo durante sessão desta terça-feira (3), na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), para falar sobre a visita que fez ao Jordão durante as comemorações dos 24 anos do município. O deputado solicitou ainda, melhorias na pista de pouso da localidade.
“Eu, o deputado Jesus Sérgio e o senador Sérgio Petecão fomos ao Jordão para participar das festividades de comemoração dos 24 anos do município e fomos recebidos com muito carinho por aquele povo acolhedor. Deixo aqui meus parabéns ao prefeito de lá. Nosso objetivo é aproximar cada vez mais essa cidade do Poder Legislativo, “ pontuou.
O parlamentar fez ainda uma indicação solicitando a recuperação da pista de pouso do município. Ele defende que esse é o único meio de acesso que os moradores possuem para se deslocar às demais cidades e que atualmente a mesma se encontra toda esburacada.

segunda-feira, 2 de maio de 2016

LUZ PARA TODOS: Balsa com postes do programa luz para todos com destino ao Jordão.

Após uma série de reuniões com o coordenador da Eletrobras Acre, Alberto Fernandes, para cobrar agilidade na execução do programa Luz Para Todos, em Jordão, o deputado estadual Jesus Sérgio (PDT) informa que os poste de energia elétrica já estão sendo embarcados, em uma balsa que foi enviada pela Prefeitura de Jordão, como apoio ao Programa. A Balsa saiu de Tarauacá terça-feira, 26, com destino a Jordão.

Os deputados estaduais Jesus Sérgio e Jenilson Lopes lutaram juntos para que fosse realizado o transporte dos insumos – em caráter de urgência - devido o rio não apresentar condição de trafegabilidade no decorrer no ano.

O deputado Jesus Sérgio lembrou ainda que estará participando de uma reunião  com o prefeito de Jordão, Elson Farias, e o diretor-presidente da Etenge, Sérgio Murata, a fim de definirem os próximos encaminhamentos. 


Jesus destaca ainda que esteve em contato com o diretor-presidente da empresa Etenge, Sérgio Murata, que informou que a empresa (responsável pelas obras) já comprou os geradores e outros materiais necessários. A empresa assinou contrato em 2015 e tem o prazo de até 18 meses para conclusão da obra de expansão da rede elétrica no município.


“Uma das maiores dificuldades para expansão do Programa Luz Para Todos, em Jordão, estava no envio de material e insumos para o município. Conseguimos o envio dos postes e agora a população de Jordão pode voltar a sonhar que serão contemplados com a energia elétrica. Eu e minha equipe estamos acompanhado - de perto - o andamento deste programa. Estarei atento a esta reivindicação, pois conheço a realidade do município e a necessidade da população jordanenese. Não sou de fazer alarde e sim em fazer acontecer”, declarou Jesus Sérgio.

Blog do Tom Sérgio.

domingo, 1 de maio de 2016

Jorge Viana e Marina Silva participam do 1º Congresso Mundial de Direito Ambiental.

Encontro reuniu representantes de diversos países e senador acreano presidiu uma das mesas ao lado de Marina Silva.

O vice-presidente do Senado, senador Jorge Viana, participou nesta sexta-feira, 29, do encerramento do 1º Congresso Mundial de Direito Ambiental (WELC), que reuniu representantes de cerca de 70 países no plenário do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O senador acreano proferiu uma palestra e presidiu uma das mesas do último dia de evento, que teve a participação da ex-ministra do Meio Ambiente e ex-senadora Marina Silva.

O evento, que teve como tema “O Estado de Direito Ambiental, Justiça e Sustentabilidade Planetária”, é uma realização da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), Organização dos Estados Americanos (OEA) e outras entidades nacionais e internacionais ligadas ao tema ambiental e que participaram ativamente das negociações da Cúpula do Clima em Paris (COP-21).

O convite ao senador Jorge Viana foi feito pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça Herman Benjamin, referência internacional em Direito Ambiental e um dos idealizadores e apoiadores do congresso. Nesta mesma semana, os participantes do encontro estiveram reunidos no plenário do Senado Federal, a partir de um requerimento de audiência feito pelo vice-presidente, para discutir o tema com parlamentares brasileiros. Entre as entidades envolvidas na idealização deste congresso está a Organização Global de Legisladores (GLOBE), que reúne parlamentares de vários países para discutir respostas legislativas em comum para os principais desafios ambientais do planeta. A diretora da instituição, Malini Mehra, foi outra representante que participou da mesa presidida por Jorge Viana.

Com a palestra “A Constituição e o Meio Ambiente Desafios Presentes”, o senador acreano destacou a importância de manter discussões como essa com autoridades de todo o mundo. “O desafio é enorme, estamos apenas começando o trabalho. Precisamos estabelecer metas e cumpri-las, pois não podemos esquecer que a sociedade não vive sem a natureza, mas a natureza vive sem o homem”.

O WELC é um fórum global que surgiu com o objetivo de definir o papel do Direito no desenvolvimento e a implantação de soluções que garantam sustentabilidade ecológica, social e econômica do planeta. Os cerca de 400 participantes buscaram desenhar um arcabouço jurídico capaz de atender aos desafios atuais do ambiente. Ao final do congresso, que contou com a participação da ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira, foi discutida a fundação do Instituto Mundial Judicial para o Ambiente.


Fonte: Contilnet.com

quinta-feira, 28 de abril de 2016

SENADOR SERGIO PETECÃO FAZ ENTREGA DE MINI CARREGADEIRAS


Como em toda festa de aniversário que se prese tem que ter presente, em comemoração aos 24 anos de emancipação política da querida terrinha, o Senador da República Sérgio Petecão (PSD) veio ao Jordão para fazer a entrega juntamente com o prefeito Elson Farias de 2 (duas) mini carregadeiras além de assinar a ordem de serviço para a construção da quadra de grama sintética que será construída no Bairro Lindolfo Mateus (Bairro novo).


Na oportunidade o senador externou a alegria de estar no Jordão no dia do aniversário da cidade e disse que o município pode contar com ele para lutar lado a lado a favor de melhorias.


Também junto com o senador estiveram os Deputados Estaduais Jenilson Leite (PCdoB), Jairo Carvalho (PSD) e Jesus Sergio (PDT).



Assecom/Jordão

JORDÃO FAZ 24 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA.

Hoje dia 28 de abril o Jordão e mais 9 municípios acrianos estarão fazendo 24 anos de emancipação política. Em Jordão as comemorações já estão acontecendo desde ontem 27, com os jogos escolares pela manhã e a noite aconteceu também um grande show gospel. Hoje pela acontecerá o momento cívico em frente a prefeitura Municipal e terminará a noite com o show da Banda Sem Retoque.


Presidente da Asareat João Bráz realiza visitas e reuniões as comunidades.

Presidente João Bráz na comunidade Jaminawá
O Presidente da Associação dos Seringueiros e Agricultores da Resex do Alto Tarauacá, a única associação que a mais de 17 anos luta pelos direitos dos trabalhadores rurais e extrativistas de Jordão, esteve em visitas as comunidades onde conversou com os moradores sobre organização social, produção e investimentos.

A primeira reunião aconteceu sábado 23 na comunidade Restauração e Jaminawá as 9:00 horas da manhã com a presença de 17 famílias. Foi discutido também sobre a entrada de novos moradores na comunidade, sobre os investimentos voltados à comunidade através do BNDES.

No domingo 24 o presidente João Braz esteve na comunidade Massapê e Xapuri onde as pautas também foram organização social e produção, entradas de novos moradores e os investimentos do BNDES que estão sendo anunciado pelo governo do estado.

O presidente tem falado às comunidades sobre a formação de Agrovilas, que seria a união de várias famílias num mesmo local facilitando assim a implantação de políticas públicas voltadas a agricultura familiar e criação de pequenos animais.

As famílias ficaram bastante entusiasmadas com a idéia e alguns moradores se comprometeram em começar a organização porque sabem que isso irá melhorar a educação, produção entre outras áreas que podem mudar pra melhor na comunidade.

A Associação irá apoiar todas as formas de organização que venha fortalecer as políticas voltadas para as famílias extrativistas. Hoje a Associação estar implantando o projeto Copaíba, fortalecer a cadeia produtiva de açaí e carvão de coco nessas comunidades.


Hoje a Associação que antes estava abandonada, vem se tornando um espaço para os produtores venderem seus produtos como farinha, goma de mandioca, carvão, milho entre outros produtos. Nessa viagem o presidente fez questão de levar o dinheiros dos produtores que trouxeram seu produto para ser vendido no sede. 
Comunidade Massapê/Xapuri




Entregando o dinheiro da produtora após a vendo dos seus produtos na cidade



quinta-feira, 21 de abril de 2016

Fundação BB seleciona projetos em unidades de conservação na Amazônia.

Fundação Banco do Brasil seleciona projetos em unidades de conservação na Amazônia

Inscrições para edital Ecoforte Extrativismo vão até 4 de julho com o objetivo de apoiar entidades sem fins lucrativos que atuam de forma sustentável na floresta

A Fundação Banco do Brasil abriu inscrições para o Edital Ecoforte Extrativismo, com prazo até 4 de julho. Podem participar cooperativas sem fins lucrativos que reúnem produtores extrativistas em Unidades de Conservação Federais de Uso Sustentável no Bioma Amazônia. O objetivo é apoiar empreendimentos coletivos nas fases de produção, beneficiamento ou comercialização de produtos extraídos por meio de práticas sustentáveis na floresta.

Com investimento social de R$ 8 milhões da Fundação BB e do Fundo Amazônia, gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o edital vai contribuir para a inclusão socioprodutiva das comunidades e a preservação do bioma em seis estados: Acre, Amazonas, Amapá, Maranhão, Pará e Rondônia.

Para participar, as entidades devem existir legalmente há dois anos, no mínimo, e apresentar uma proposta no valor de até R$ 600 mil. A execução do projeto deverá ser realizada em pelo menos uma e no máximo quatro unidades de conservação e não exceder o prazo de 24 meses.

Os recursos podem ser usados para as seguintes despesas: obras e instalações, máquinas e equipamentos novos, de fabricação nacional; móveis, utensílios, equipamentos de informática, comunicação e software nacional; veículos novos de tração humana ou animal, embarcações e utilitários; aquisição de matéria-prima, embalagens, rótulos e outros materiais utilizados nas etapas de beneficiamento e comercialização; equipamentos de proteção individual (EPI); contratação de profissionais para gestão e contabilidade e de serviços técnicos especializados relacionados à atividade produtiva.

Os documentos exigidos pelo edital devem ser reunidos em um único envelope e entregues pessoalmente na Fundação BB até às 18h do dia 4 de julho ou postados até esta data, para o endereço SCN, Quadra 1, Bloco A, Edifício Number One, 10º andar, CEP 70.711-900, Asa Norte, Brasília - DF.

Fundação BB


quarta-feira, 20 de abril de 2016

TSE rejeita pedido de Marina Silva para participar de cassação da presidente Dilma.

Os ministros avaliaram que a entrada dos partidos atrasaria o andamento dos processos

Por unanimidade, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) rejeitou nesta terça-feira (19) pedido formulado pelos partidos Rede Sustentabilidade, da ex-ministra Marina Silva, PSB e PPL para ingressar como uma espécie de assistente nas ações que pedem a cassação da presidente Dilma Rousseff e de seu vice, Michel Temer, no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).
Os ministros avaliaram que a entrada dos partidos atrasaria o andamento dos processos. Os integrantes do Supremo destacaram que ações eleitorais precisam ter celeridade diante das instabilidades que podem provocar. Os ministros seguiram voto da relatora Maria Thereza de Assis Moura, relatora dos processos de cassação.
A ministra Luciana Lóssio chegou a comentar que, ao invés de ser amicus curae (amigos da corte), o pedido acabaria se transformando em inimigo do tribunal. Ela citou ainda que o país tem 35 partidos e que haveria brecha para que todos requeressem ingresso no processo e, portanto, as ações não teriam fim.


TSE autoriza Polícia Federal a coletar provas contra chapa de Dilma e Michel Temer.

Relatora pediu que sejam compartilhadas com o TSE as delações dos executivos da Andrade Gutierrez

A ministra Maria Thereza de Assis Moura, relatora no TSE das quatro ações que propõem a cassação da chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer em 2014, autorizou ontem em um despacho que a Polícia Federal faça diligências e colete provas para embasar os processos.

Entre os pedidos, estão perícia contábil nas gráficas Editora Atitude (a mesma que Sérgio Moro já havia quebrado o sigilo, meses atrás); Gráfica VTPB Ltda; Red Seg Gráfica e Editora e Focal Confecção e Comunicação Visual Ltda, que trabalharam para a campanha de Dilma e Temer.

Maria Thereza também autorizou os depoimentos de Augusto Mendonça, da Toyo Setal, do ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco, do executivo da Camargo Corrêa Eduardo Leite, do empreiteiro Ricardo Pessoa, do operador Hamylton Padilha, do lobista Julio Camargo, do lobista Zwi Skornicki e do ex-ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos Marcelo Neri.

Finalmente, a relatora pediu que sejam compartilhadas com o TSE as delações dos executivos da Andrade Gutierrez.

“Defender Cunha é afrontar Dilma, que nunca tirou nenhum centavo de ninguém”, diz Tião Viana.

Governador do Acre disse que os petistas continuarão lutando contra o impeachment de Dilma.  

Em entrevista à imprensa local, o governador do Acre, Tião Viana (PT), voltou a afirmar que o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), aprovado na Câmara dos Deputados, foi um “golpe”.
“Triste por nossa representação em modo geral, por não se ver identidade com o povo. O golpe foi dado na Câmara Federal à sociedade brasileira. Os deputados rasgaram a Constituição”, disse Viana.

Tião Viana criticou os defensores do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), um dos responsáveis pela aceleração da votação do impeachment.

“É inadmissível que Cunha lidere essa decisão dentro da Câmara. Aquilo foi um ‘rasgo de Constituição’. Uma forma de debochar da inteligência da população. Defender Cunha é afrontar a presidente Dilma, que nunca tirou um centavo de ninguém”, disse Viana.
O governador do Acre disse que os petistas continuarão lutando contra o impeachment de Dilma.

“Nós vamos lutar com todas as forças. Acreditamos na democracia, nos valores éticos, no papel do parlamento, do Judiciário, da verdade e na importância da história. A história das liberdades, das democracias não interrompidas é muito melhor que a história dos golpes e dos momentos autoritários”, finalizou.



sexta-feira, 15 de abril de 2016

Oposição alcança votos necessários para aprovar impeachment na Câmara.

O Placar do Impeachment do Estado alcançou na noite desta quinta-feira, 14, o mínimo necessário, de 342 votos, para o plenário da Câmara aprovar a admissibilidade do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. O voto decisivo por enquanto foi do deputado federal Altineu Côrtes (PMDB-RJ). “Li o pedido, a defesa, o relatório e ouvi os meus eleitores. Eles, eleitores, são os responsáveis pelo meu mandato, voto com a consciência tranquila”, afirmou.

O levantamento contabilizava, às 22h30 desta quinta, 127 votos contrários ao impeachment. Havia ainda 16 parlamentares indecisos e 28 não quiseram responder. Também na noite desta quinta, o peemedebista Sergio Souza afirmou estar inclinado a votar pelo afastamento de Dilma. “Há 80% de eu votar a favor.” A assessoria do parlamentar informou que o comunicado oficial está programado para as 10h30 desta sexta-feira, 15. A votação no plenário da Câmara ocorrerá no domingo, conforme previsão da Câmara. O presidente da Casa, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), determinou que primeiramente devem anunciar os votos os representantes da Região Norte, com alternância entre parlamentares da região com a do Sul.

A decisão de Cunha foi referendada pelo Supremo Tribunal Federal nesta quinta mesmo, em nova derrota do Planalto. Em anúncio programado para ocorrer nesta sexta, o PP deve comunicar que serão punidos os parlamentares que não seguirem a orientação do partido pelo voto favorável ao afastamento de Dilma Rousseff. A legenda desembarcou do governo na terça-feira passada. Desde então, segundo o Placar do Impeachment, sete deputados da sigla passaram a se posicionar a favor do impeachment, contra a petista. Porém, às 22h30 desta quinta,  ainda restavam três indecisos e cinco não quiseram responder. Quatro parlamentares do PP eram contra a saída de Dilma. O PMDB fechou questão pelo impeachment, mas não irá punir os “rebeldes”.


GUERRA: Abin confirma ameaças do Estado Islâmico ao Brasil.


A Associação Brasileira de Inteligência (Abin) confirmou, nesta quinta-feira (14), que as ameaças feitas pelo Estado Islâmico no Twitter são autênticas. "Brasil, vocês são nosso próximo alvo. Podemos atacar esse país de merda."

A mensagem, segundo a Abin, foi postada em novembro do ano passado por Maxime Hauchard, integrante do Estado Islâmico. A conta, reconhecida como autêntica, já foi desativada. De acordo com o jornal O Dia, a ameaça foi feita uma semana após os ataques em Paris, que deixaram 129 mortos.

Segundo o diretor do Departamento de Contraterrorismo, Luiz Alberto Sallabery, a possibilidade de o Brasil ser alvo de ataques terroristas foi elevada nos últimos meses, devido aos ataques recentes e ao número crescente de brasileiros aderindo à ideologia do grupo extremista, que autoproclamou um califado em territórios da Síria e do Iraque.

“Quando uma pessoa faz o juramento ao califado e se torna autoproclamado ela está disposta a cometer qualquer atentado violento em nome do grupo. A ordem não precisa ser presencial, pode ser via internet”, disse Sallaberry, de acordo com O Dia.

O Estado Islâmico costuma doutrinar muitos indivíduos isoladamente, o que os especialistas em segurança chamam de "lobos solitários". O recrutamento é feito dessa forma porque dificulta a identificação de células terroristas e "globaliza" a rede de contatos do grupo.

Segundo comunicado enviado à imprensa, a Abin trabalha para evitar possíveis ataques em solo brasileiro. Entre as ações descritas pela agência está o intercâmbio de informações com serviços estrangeiros e a capacitação de profissionais de setores estratégicos.



Fonte:MSN Brasil

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Dilma exonera ministros deputados para votarem contra o impeachment.

Ministros têm o direito a reassumir o mandato temporariamente.
Entre os exonerados estão ministros do PMDB pró-governo.

A presidente Dilma Rousseff exonerou ministros do governo que têm mandato na Câmara para reassumirem o cargo de deputados e votarem contra o impeachment no fim de semana. As exonerações estão no "Diário Oficial da União" desta quinta-feira (14).

Três dos ministros exonerados são do PMDB: Celso Pansera (Ciência e Tecnologia), Marcelo Castro (Saúde) e Mauro Lopes (Aviação Civil). O outro ministro exonerado foi Patrus Ananias (Desenvolvimento Agrário), do PT, que se elegeu deputado em 2014.

Pansera já havia anunciado que os três ministros do PMDB que são deputados retomariam o mandato para votar a favor de Dilma, mesmo com a saída do partido da base do governo. O PMDB mantém seis ministérios ao todo.

Também foi publicada no "Diário Oficial" a exoneração de Gilberto Occhi, ministro da Integração Nacional. Nesse caso, a saída ocorreu porque o partido de Occhi, PP, anunciou nesta semana que deixou a base do governo.

Sessão de votação
A Câmara anunciou nesta quarta-feira (14) como será a ordem de votação no domingo, quando será analisado o impeachment no plenário. A chamada seguirá a ordem de deputados do Sul para o Norte.

Entre os parlamentares do mesmo estado, a chamada seguirá ordem alfabética dos nomes. A votação começará pelos deputados do Rio Grande do Sul. Dentre estes, o primeiro a votar, pelo critério de ordem alfabética, será Afonso Hamm (PP).

Depois do Sul, serão chamados os deputados do Centro-Oeste, Sudeste, Nordeste e Norte.

Nos bastidores, já havia a expectativa de que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), começasse a chamada por deputados do Sul e Sudeste, para gerar um clima “pró-impeachment” até o posicionamento de parlamentares do Norte e Nordeste, onde supostamente o governo teria mais apoio.


No entanto, Cunha negou que a medida vá favorecer qualquer um dos lados. “Isso é uma situação absurda”, afirmou.

Presidente Dilma sanciona lei que libera 'pílula do câncer'.

Lei foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira.
Anvisa via com preocupação liberação sem garantia de eficácia e segurança.

Apesar de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ter visto com preocupação a liberação sem garantia de eficácia e segurança, a presidente Dilma Rousseff (PT) sancionou a lei que autoriza o uso da substância fosfoetanolamina sintética, apelidada de "pílula do câncer", por pacientes diagnosticados com tumores malignos.

A sanção da lei número 13.269, de 13 de abril de 2016, foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (14). O artigo 1º destaca que "esta Lei autoriza o uso da substância fosfoetanolamina sintética por pacientes diagnosticados com neoplasia maligna".

O artigo 2º ressalta, porém, que só "poderão fazer uso da fosfoetanolamina sintética, por livre escolha", os pacientes que apresentarem "laudo médico que comprove o diagnóstico" e "assinatura de termo de consentimento e responsabilidade pelo paciente ou seu representante legal".

Aprovação no Congresso
O Senado aprovou no dia 22 de março, em votação simbólica, o projeto de lei que permite a fabricação, distribuição e o uso da fosfoetanolamina sintética. Como não houve alterações ao texto aprovado pela Câmara dos Deputados, o projeto seguiu para a sanção presidencial.

Desenvolvida pela Universidade de São Paulo (USP) para o tratamento de tumor maligno, a substância é apontada como possível cura para diferentes tipos de câncer, mas não passou por esses testes em humanos e não tem eficácia comprovada.

“Ficam permitidas a produção e manufatura, importação, distribuição e prescrição, dispensação, posse ou uso da fosfoetanolamina sintética, direcionadas aos usos de que trata esta lei, independentemente de registro sanitário, em caráter excepcional, enquanto estiverem em curso estudos clínicos acerca dessa substância”, diz o texto.

O projeto ressalva, porém, que a produção da “pílula do câncer” só pode ser feita por “agentes regularmente autorizados e licenciados pela autoridade sanitária competente”.
Surgimento da pílula

A fosfoetanolamina sintética começou a ser estudada no Instituto de Química da USP em São Carlos, pelo pesquisador Gilberto Chierice, hoje aposentado. Apesar de não ter sido testada cientificamente em seres humanos, as cápsulas foram entregues de graça a pacientes com câncer por mais de 20 anos.

Em junho do ano passado, a USP interrompeu a distribuição e os pacientes começaram a recorrer da decisão na Justiça. Em outubro deste ano, a briga foi parar no Supremo Tribunal Federal (STF), que autorizou a produção e distribuição do produto.

Mas, desde novembro, por causa de uma nova decisão judicial, a distribuição da substância estava proibida. A polícia chegou a fechar um laboratório em Conchal (SP), que estava produzindo ilegalmente a substância.

Mega-Sena, concurso 1.808: ninguém acerta e prêmio vai a R$ 60 milhões.

Veja as dezenas sorteadas: 02 - 14 - 20 - 25 - 41 - 45.
Quina teve 141 apostas ganhadoras e cada uma levou R$ 31.327,32.

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.808 da Mega-Sena, cujo sorteio foi realizado nesta quarta-feira (13) no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo (SP).

A quina teve 141 apostas ganhadoras e cada uma levou R$ 31.327,32. A quadra teve 9.208 apostas ganhadoras, e cada uma levou R$ 685,29.
Com o resultado, o prêmio acumulou para R$ 60 milhões, segundo estimativa da Caixa Econômica Federal. O próximo sorteio será realizado no sábado (16).

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada.
Para a aposta simples, com seis dezenas (e preço de R$ 3,50), a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.


Para uma aposta com o limite máximo de 15 dezenas (e preço de R$ 17.517,50), a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003.