quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Bradesco vem ao município de Jordão ouvir de perto reclamações da clientela a pedido do Vereador Abel Ximenes.

Hoje quinta-feira pela manhã aconteceu no prédio da câmara de vereadores de Jordão uma reunião com a presença de 02 funcionários da instituição financeira Bradesco. Hermeson Fidelis Gerente interino da Agencia de Cruzeiro do Sul e Vinícius de Oliveira Supervisor da regional do Bradesco no Estado do Acre, vieram ao Jordão a pedido do Pastor e Vereador Abel Ximenes que depois de ouvir várias reclamações solicitou a vinda dos mesmos e de imediato foi atendido.

Segundo os funcionários da entidade o Bradesco continua interessado em manter o ponto de correspondência no município, mas que precisa de um interesse mais concreto dos comerciantes que até então não se mostraram interessados em aderir ao sistema.

De acordo com a proprietária do comercio onde hoje está instalada a correspondência, as facilidades na hora dos acertos são bastante tentadoras, mas, depois de instalados aparecem uma séria de dificuldades na hora de entrar em contato, o que fez com quer os comerciantes perdesse a confiança em trabalhar com a instituição bancária.  


Segundo Vinicius esta tem sido realmente uma das barreiras enfrentadas na hora de entrar em contato via telefone, fax ou internet que acabam á mercê das empresas de telecomunicações do Acre, para facilitar suas transações bancárias e que não é culpa do banco. Outra dificuldade é a logística que também impõem suas limitações e por ultimo a falta de interesse do comercio local.


terça-feira, 16 de setembro de 2014

Cratera aberta no meio da Rua José Siqueira põe em risco a vida das pessoas

Quero primeiramente parabenizar os trabalhos que vem sendo feitos nas obras de saneamento básico em Jordão como calçamento das ruas e instalação de rede de esgoto. Tem sido um trabalho digno de elogios até o momento.

Mas, também quero aproveitar o mesmo espaço que uso para parabenizar, para denunciar o descuido que vem tendo com relação algumas crateras que ainda estão a céu aberto, trazendo risco a vida das pessoas e principalmente crianças.

A cerca de 30 dias a equipe de trabalhadores das empresas que estão no município trabalhando nas ruas de nossa cidade abriu um buraco no cruzamento da Rua José Siqueira com a Rua Santa Júllia, para instalações da tubulação de esgoto. O problema é que como tem chovido nesses últimos dias as obras tem parado e a cratera continua aberta trazendo risco ao que por lá transitam.


Outra questão que não podemos esquecer é que devido as chuvas as ruas que foram limpas agora se transformam em um lamaçal e em outras partes um mar de águas. Devido os trabalhos algumas calçadas que davam acesso aos pedestres também foram destruídas e muitas pessoas se obrigam a sair de casa descalças até o trabalho ou a escola, pois as poças d’água impossibilitam sair de casa com um calçado nos pés.


O que eu gostaria seria algo simples como, por exemplo, quando fizer um pouco de sol novamente, que seja espalhada uma areia em alguns pontos alagadiços e refaçam as calçadas para que possamos suportar as fortes chuvas do inferno vindouro. A constituição Brasileira nos dar o Direito de ir e vi, e só queremos poder sair de casa com pelo menos uma sandália nos pés.       

Por João Bráz

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Revista Veja, a mais lida do Brasil, denuncia a fúria de Dilma contra Marina Silva.

Edição desta semana acusa o PT de promover baixarias e disseminar mentiras contra a candidata Marina Silva, do PSB; uma dessas mentiras, segundo Veja, é o fato de Marina ser sustentada por uma banqueira; o problema central da reportagem é que as mentiras são verdades (basta lembrar que Neca Setubal, herdeira do Itaú, bancou 83% dos gastos do instituto de Marina) e que o confronto de ideias e posições faz parte do processo democrático; capa de Veja é reação da Marginal Pinheiros às mais recentes pesquisas sobre a sucessão presidencial, que voltam a apontar o favoritismo de Dilma.

Na ausência de um novo escândalo, a revista Veja desta semana optou por dedicar sua capa a uma peça de propaganda em favor de Marina Silva, candidata do PSB à presidência da República.

Na capa "A fúria contra Marina", a revista acusa o Partido dos Trabalhadores de promover baixarias contra a candidata que, hoje, representa a esperança de vitória de setores mais conservadores da sociedade brasileira na disputa presidencial de outubro. "Nunca antes neste país se usou de tanta mentira e difamação para atacar um adversário como faz agora o PT", diz o subtítulo.

Veja não se referia às diversas tentativas frustradas comandadas por ela própria para tentar impedir vitórias do PT em 2002, 2006 e 2010, como as capas sobre os dólares de Cuba, o apoio financeiro das Farc ao PT ou os pacotes de dinheiro entregues na Casa Civil – teses que jamais se comprovaram.

O tema da reportagem desta semana é a crítica que começou a ser feita, pelo PT, a algumas contradições de Marina. O texto de Veja lista o que chama de "as 6 mentiras de Dilma". Seriam as seguintes: Marina vai abandonar o pré-sal, será um novo Collor, Banco Central independente significa miséria para os brasileiros, Marina é sustentada por banqueiros, vai acabar com o Bolsa-Família e vai tirar R$ 1,3 trilhão de reais da educação e da saúde.

O problema é que muitas dessas "mentiras" estão mais próximas da realidade do que da fantasia. Foi a própria Marina quem, em seu programa de governo, negligenciou o pré-sal, dedicando algumas poucas linhas ao grande vetor da economia brasileira nos dias de hoje. 

Sobre o fato de ser sustentada por banqueiros, é uma verdade absoluta. Afinal, Neca Setubal, herdeira do Itaú doou 83% dos recursos que bancam seu instituto. E graças a essa generosidade passou a falar em nome da candidata, defendendo uma agenda que atende ao interesse de bancos privados, com propostas como a independência do Banco Central.
Sobre ser um novo Collor, a crítica do PT não é dirigida à personalidade de Marina, mas sim à sua falta de sustentatação política e ao fato de se colocar acima dos partidos, com sua promessa de uma "nova política".

Ao vitimizar Marina, Veja sinaliza que, hoje, acredita mais na candidata do PSB do que em Aécio Neves, do PSDB, como alternativa mais viável para derrotar o PT. Hoje, faltam pouco mais de vinte dias para as eleições presidenciais, período que comporta mais três capas de Veja.

Ao que tudo indica, o arsenal de denúncias da revista se esgotou e resta à editora da Marginal Pinheiros apelar a novas peças de propaganda política.

 NÃO DILMA, NÃO É ASSIM, DILMA. 

Aproveite seus onze minutos e 24 segundos de programa eleitoral para o confronto de ideias e não para recorrer a trucagens baratas em que pratos de comida somem de repente da mesa das pessoas enquanto o narrador explica que é isso que vai acontecer se Marina ganhar e der independência ao Banco Central. Em outra passagem, é o conteúdo dos livros que desaparece em passe de mágica das mãos das crianças, o que o PT assegura ocorrerá com a educação se Marina ganhar. Não devemos ser convencidos por este discurso baseado em premissas falsas e conclusões terroristas. 
( Escreveu um jovem no facebook com embasamento: VEJA)






Advogado Acriano comete suicídio em São Paulo mas deixa carta dizendo que ama o Acre e que votaria em Marina Silva

O advogado Marcos Matos Maciel, 37 anos, morto na última quarta-feira (10) ao se jogar do quinto andar de um prédio na cidade de São Paulo (SP), escreveu uma carta onde fala de seu amor pela família, pelo Acre e de seu voto em Marina Silva para a presidência da República.

 “Um dia eu ainda hei de voltar para a minha terra. É de lá que eu sou. É de lá que a Marina Silva é, o Chico Mendes, o João Donato, a minha mãe, os meus irmãos, os meus sobrinhos, os meus grandes amigos, gente que me conhece de verdade…”, diz um trecho da carta enviada à redação da ContilNet Notícias por uma irmã do advogado.

Na carta, Marcos se lembra da infância, quando brincou com  o irmão subindo em árvores, pegando frutas no pé e caçando passarinhos. “Coisa eu faria mais”, disse referindo-se à caça aos passarinhos.

“Eu tenho orgulho de ser acreano. OR-GU-LHO. Eu tive infância. Vi as mais belas árvores, castanheiras da altura desses prédios aqui de São Paulo, mas muito mais lindas arquitetonicamente”, disse.

Marcos se formou em Direito pela Universidade Federal do Acre no ano de 2005. Pouco tempo depois foi aprovado em um concurso do Tribunal de Justiça do Acre. Em março de 2006, Marcos foi empossado no Tribunal Regional de Santa Catarina como analista judiciário. Em dezembro de 2011 foi transferido, a pedido, para o TRE do estado de São Paulo, onde morou até a última quarta-feira (10).

Familiares e amigos do jovem advogado ainda estão chocados e inconformados com sua morte prematura.

JORDÃO: Atletas sugerem melhorias para área esportiva.

Membros da diretoria do Sueiro Sales FC, equipe participante do Campeonato de Futebol 2014, procuraram nossa redação para fazer um apelo, em favor de melhorias e investimentos na área esportiva, no município.


“Queremos reforma e ampliação no estádio já! Pois, o esporte é uma ferramenta de inclusão social”, dizem os membros da equipe, ao apontarem algumas sugestões para melhorar a prática esportiva.
Dentre as sugestões, destacam-se:
- construções de arquibancadas para o público em geral, uma vez que o esporte é muito aceito pela comunidade local, e reúne grande quantidade de pessoas à cada partida, e que, prestigiam as partidas sem local e acomodações adequadas; Acesso para as viaturas da PM, e ambulância; Construções de vestiários e cabine de transmissão de jogos; Demarcação da área do estádio e premiação digna aos vencedores do campeonato.
O OUTRO LADO
Nossa redação entrou em contato com a diretoria de esportes do município para apresentar a situação. O diretor Ederlândio Dias declarou que é válida e compreensível a iniciativa dos atletas.
“Não só acho válida como também acho compreensível que cada atleta queira o melhor para o esporte. Somos uma diretoria sem recursos financeiros, trabalhamos apenas com a criatividade, e dependemos de parceiros para executar nossas ações em todo o município”, declarou diretor, ao apoiar a ideia, expondo suas limitações.

Fala Jordão

Homem é preso acusado de tráfico de drogas no Centro da cidade.

Na noite deste domingo (14), Policiais Militares do 1º Batalhão prenderam Marivaldo Barbosa da Silva, 19 anos, no Centro da cidade, próximo a passarela.
Segundo os policiais, eles estariam realizando uma ronda de rotina pelo Centro e ao abordarem o acusado, os policias encontraram 15 trouxinhas de pasta base de cocaína e quatro reais em dinheiro dentro do bolso da bermuda que o mesmo estava usando.
Marivaldo que é bastante conhecido em Jordão, foi preso e conduzido a Central de Flagrantes da 1ª Regional.
Ecos da Notícia

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Policia civil e militar prende abusadores de adolescentes, na cidade de Jordão.


O conselho tutelar de Jordão em parceria com as Policias Civil e Militar, prenderam no dia 09 do corrente mês, na comunidade ponte de balsamo seringal são João, três jovens acusados de cometer abuso sexual de menores.

Depois que os conselheiros postaram algumas imagens em seus facebooks, alguns internautas se manifestaram dando sua opinião sobre o assunto. Veja alguns comentários abaixo.




JORDÃO: CAIXA inaugura primeira Lotérica do município.


 Kezio Araújo, do Blog Fala Jordão – falajordao@gmail.com
Os serviços bancários da Caixa Econômica Federal, oferecidos aos clientes do município de Jordão, localizado no interior do Acre, passarão por melhorias significativas a partir deste momento.
Foi inaugurada, oficialmente, na ultima quarta-feira (10), a Lotérica Cantinho da Sorte. O empreendimento dos empresários Marcel Rither e Marcelo Nonatão já vinha executando trabalhos como correspondente, pelo um período de dois anos, mas somente agora passou a ser lotérica.
Cliente faz apostas (Foto: Kezio Araújo/ Blog Fala Jordão)
Agora a população poderá fazer apostas nos jogos de loteria, além de receberem atendimentos dos programas sociais do governo federal. A Cantinho da Sorte manterá os pagamentos de benefícios sociais do INSS, Bolsa Família, saques, depósitos e transferências de qualquer conta mantida na caixa, e ainda pagamentos de boletos bancários.
Profissionais estão preparados para atender da melhor forma possível (Foto: Kezio Araújo/ Blog Fala Jordão)
A cerimônia de inauguração contou com as presenças do prefeito Élson Farias, e do gerente regional da CEF, Gibram Vicente, que enfatizaram a importância do empreendimento e da melhoria na oferta dos serviços à população.
Gibram Vicente, Gerente Regional da CEF (Foto: Kezio Araújo/ Blog Fala Jordão)
“Estamos realizando um grande sonho, estamos trazendo uma lotérica para este município. É com muito orgulho que estamos realizando a entrega desses serviços à população, como forma de melhorar os atendimentos da CAIXA”, declarou o gerente.
Prefeito Élson Farias parabeniza empreendedorismo do empresário Marcel Rither (Foto: Kezio Araújo/ Blog Fala Jordão)
“Estamos avançando, deixando de ser correspondente para se tornar lotérica. Jordão está ganhando mais um mecanismo para beneficiar a população”, disse o prefeito ao parabenizar o empreendedorismo do empresário Marcel Rither.
do Blog: Fala Jordão

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Sapato ecológico é confeccionado com borracha de seringueiros do AC.

Marca francesa produz 120 mil pares de sapatos sustentáveis por ano. Cooperativa de seringueiros do AC vende borracha a R$ 8,50 o quilo.

Foi durante a 66ª Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) que a estudantes de engenharia floresta Eliza Nayonara, de 21 anos, conheceu os sapatos da empresa Vert, uma marca francesa de tênis sustentável que utiliza desde 2007 a borracha nativa de seringueiros do Acre na fabricação. O preço do calçado varia entre R$ 129 a R$ 550, dependendo do modelo.

"Estava tendo um sorteio do tênis da SBPC e eu não ganhei, mas me apaixonei pelo sapato e decidi comprar pela internet. Em uma semana recebi o produto. Eles mandam até uma cartinha escrita à mão, agradecendo, é um diferencial", conta Eliza.

Foi justamente a proposta ecológica do sapato que encantou a estudante. "Achei legal por causa da ideia da sustentabilidade e da valorização da borracha do seringal. Eles pagam um preço justo para essas comunidades", diz. Leia mais aqui.


ANIVERSARIANTES DO DIA


Geovana Lissa
Ana Carolina